quinta-feira, 5 de julho de 2012

Profecia

Amanhã, se ninguém se lembrar de medir forças com isto, seremos todos uma espécie de gente. 
Uma espécie de gente que vê sem olhar e que ouve sem escutar. E que já não ama porque o amor está no código genético como a cor dos olhos mas é preciso treiná-lo, aprendê-lo e ensiná-lo se quisermos que se manifeste. Amanhã, alguém se preocupará em ensinar o amor? Vamos ensinando listas mecânicas de como saber mais de como fazer mais de como ganhar mais. E amanhã, alguém se lembrará de ensinar como amar mais?
A tristeza e a solidão são mais ou menos como a obesidade. E eu vejo crianças tristes e centradas em máquinas, jogos e televisão e por isso vejo adultos tristes centrados em si próprios.
Alimenta-se o Ego. "Faz-se bem" ao Ego.  Ego de Egoísmo. Ego de Egocentrismo. Faz-se bem ao mal. 
Estranha humanidade esta que vejo...

2 comentários:

Briseis disse...

Vamos caminhando alegre e inconscientemente para a alienação... E ninguém se importa...

fabi mourinho disse...

Ainda deve haver quem se importe. Mas era preciso que esses se manifestassem de alguma forma realmente "audível". Está tudo tão caladinho...