segunda-feira, 9 de julho de 2012

Adianta?

Começo a ficar um bocado incomodada com esta coisa de agora toda a gente se lembrar de massacrar o homem. Não é que eu morra de amores por este governo (nem por este nem pelos outros todos que não souberam governar) mas acho que isto está a passar um bocado dos limites e o homem até já emagreceu e tudo. Eu tive de estudar 5 anos para ter uma licenciatura e também me custa ver este tipo de coisas acontecerem. Mas acho que já chega... Coitado. Ele que fique lá com a licenciatura de 1 ano que isso para mim é igual ao litro. Se por ter feito o curso nos aninhos todos nós tivéssemos a garantia que ele iria saber exercer funções com mais sabedoria e empenho ou que teria uma ideia genial que tirasse o país deste buraco, ainda valia a pena dar-lhe uns socos...agora assim...lá adianta passar semanas a bater no ceguinho...Pelo que sei há lá alguns que devem ter feito licenciaturas em mais anos e não é por isso que governam melhor. Ai porque isto é uma grande injustiça e é uma vergonha e é por isso que o país está assim. Oh...não é nada por isso que o país está assim caraças. O país está assim precisamente porque o povo se prende a coisinhas destas para justificar outras coisas maiores que são da responsabilidade de todos nós. Que o exemplo vem de cima já todos sabemos...mas também já todos sabemos que existe corrupção vergonhosa e que nos andam a roubar descaradamente desde que decidimos chamar-nos Portugal. Sempre houve os governantes descarados e o povo que passa míngua. E agora? Vamos pegar em pedras e matar o homem que fez uma cadeira ao Domingo e o outro que tirou o curso num ano como se isso resolvesse alguma coisa?...Vá pronto...já chega...já perdeu a graça. Que tal começar a procurar trabalho mesmo que se ganhe pouco? É que a mim também não me apetece o ordenado que tenho e não é por isso que fico em casa a olhar para o facebook o dia inteiro e a publicar piadas no mural acerca dos nossos governantes. Sim...já sabemos que estamos todos lixados e que a crise está negra. E que há casos sérios de pessoas em grandes dificuldade. Mas tirando esses casos suponho que num país inteiro, há-de haver com certeza (até porque eu conheço, infelizmente, alguns casos) gente que não se esforça minimamente e que gasta o que não tem, só porque sim. Bom senso é o que este país precisa. Bom senso e sentido do ridículo. 

2 comentários:

Briseis disse...

PRECISAMENTE aquilo que eu acho mas que nem me dei ao trabalho de escrever... Este povo parece o touro que dá marradas nas tábuas sem se aperceber que o que tem a espada está noutro lado...

fabi mourinho disse...

É mesmo...já não há paciência p'ra esta história.