terça-feira, 10 de julho de 2012

Devia ser assim.


Hoje vou sair do trabalho às 17:30h. Vou chegar a casa e sentar-me no meu sofá preto a ouvir o James.  Ligo para a minha mãe e conto-lhe o que aconteceu durante o dia. Falo com o Rodrigo que me vai descrever em pormenor o golo que marcou nos treinos e como já sabe escrever o nome da Irmã. Depois, vou tomar um banho rápido e pôr o meu creme corporal que cheira a framboesa. Visto o meu vestido cor de rosa e vou preparar um jantar delicioso que eu adoro cozinhar e modéstia à parte cozinho mesmo bem. Janto e vou ver o sorteio do Euromilhões. Ganho o primeiro prémio. 
Depois, visto o meu casaco de malha cor de chumbo que as noites estão frescas e vou sair com o meu namorado e com os meus amigos para uma esplanada qualquer e beber um fino bem fresquinho ou comer um Rol. Por volta das onze  e meia regresso a casa porque amanhã é dia de trabalho. Antes de adormecer vou pensar no dia que passou  e sentir-me grata pelo meu trabalho, pelo meu sofá, pela música, pelo meu creme que cheira a framboesa, pelo jantar delicioso, pelas noites de verão, pelas pessoas que amo. 
E vou  saber fazer a separação perfeita das coisas essenciais das coisas acessórias. 
E essa clarividência, permite-me adormecer feliz. 

4 comentários:

Briseis disse...

Tudo muito bem até à parte em que ganhas o Euromilhões. Acredito que depois disso o plano fosse todo por água abaixo e se verificasse a tua entrada nas urgências com um ataque de euforia/pânico... =)

fabi mourinho disse...

Pois Briseis...a ideia seria mesmo que o dinheiro não afectasse em nada o nosso estado. O problema é que se isto acontecesse mesmo na vida real a tendência seria mesmo p'ra euforia/pânico =P

Márcia Freitas disse...

Adorei :)

fabi mourinho disse...

Obrigada Márcia =)