segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Caminhos.

Há o caminho das trevas, o caminho da luz e o caminho que tem alguns candeeiros fundidos. 
Tenho andado a passear pelo último. 

2 comentários:

Briseis disse...

E não há mal nenhum nisso. O caminho da Luz é demasiado fácil, por ser evidente e não ter nuances. É uma linha recta. O da escuridão é só para os que foram talhados para ele. O dos candeeiros fundidos é o que permite um certo grau de ousadia, um certo grau de aventura e a segurança de saber que, se continuarmos a caminhar, encontraremos uma luz sã.=)

Fabi disse...

Obrigada Briseis. Até já me sinto mais confortável a caminhar por aqui =)