sexta-feira, 14 de agosto de 2009

O erro

Há quatro horas e vinte minutos entendi que até hoje, o maior erro da minha vida foi exactamente ter procurado, vezes demais, ser demasiado correcta. Entendi que se "me tivesse passado da cabeça" quando devia ser, isso sim, teria sido o correcto.
Como dizia a Professora Flora: "o óptimo é inimigo do bom".
Palavras sábias.

4 comentários:

Débora disse...

Eu também quero tudo. Tudo aquilo a que tenho direito! :) Mas convém ir saboreando as conquistas no caminho ;)

Um beijinho*

Bruna disse...

Aconselhas então que as pessoas de vez em quando se devem mesmo "passar da cabeça"? Tenho que começar a pensar nisso...

Fabi disse...

Bruna...Desde que a situação justifique uma atitude drástica sim. Passa-te à vontade porque se não o fizeres vais arrepender-te mais tarde =P. Acredita em mim.

Joana disse...

Não sei como, mas vou ter que arranjar uma maneira de fazer das palavras da tua professora um dos meus lemas de vida!